quinta-feira, 8 de abril de 2010

APROFUNDANDO NOSSAS RAÍZES

Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará - Isaías 11:1.

Esta é a mais importante referência sobre o termo raiz em toda Bíblia Sagrada por se tratar de uma profecia referente ao Filho de Deus, Jesus Cristo. Para nós que precisamos crescer “para cima” é necessário que de igual modo “cresçamos para baixo” e que estejamos enraizados em terreno fértil, e às margens de ribeiro de água, para que assim possamos ter raízes aprofundadas. No sentido literal, são estas a porção do eixo das plantas superiores que cresce para baixo, em geral dentro do solo, e cuja função fundamental é fixar o organismo vegetal e retirar do substrato os nutrientes e a água necessários à vida da planta.

“Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará” (Sl 1:1-3).


Jessé é um exemplo para todos quantos querem permanecer firmes na presença de Deus, sua ascendência abaixo descrita é produto de terreno que não sofreu erosões e nenhum mal provocado pela ação do homem, evidenciando assim a base genealógica de Jesus Cristo nosso Senhor.


Rute 4:18 Estas são, pois, as gerações de Perez: Perez gerou a Esrom;
Rute 4:19 e Esrom gerou a Arão, e Arão gerou a Aminadabe;
Rute 4:20 e Aminadabe gerou a Naassom, e Naassom gerou a Salmom;
Rute 4:21 e Salmom gerou a Boaz, e Boaz gerou a Obede
Rute 4:22 e Obede gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi.

Quanto a nós, que uma vez plantados como lavoura de Deus, aprofundemos nossas raízes no solo que o Senhor nos tem plantado para que com efeito mostremos para o mundo que realmente somos herdeiros do reino celestial.
Descenderá de nossas raízes algo que se relacione com o Cordeiro de Deus? Tem nossas raízes alguma ligação com as de Jessé?
Estão ainda nossas raízes plantadas onde o Senhor as plantou, ou nós as mudamos de lugar face a tantas novidades?
Nossas raízes são capaz de retirar do substrato o lenitivo que possa saciar a sede de nossas almas?
E quanto aos que estão de fora, terão estes o lenitivo necessário para preencher a lacuna que há no profundo de suas almas mediante o efeito das nossas raízes?

Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo - Mt. 3:10
Somos lavoura de Deus - 1Co 3:9
Eu plantei Apolo regou, mas DEUS deu o crescimento - 1Co 3:6
Não haja raiz que produza erva venenosa - Dt 29:18
Não tinha raiz secou-se - Mt 13:6
Se a raiz é santa, também os ramos o são – Rm 11:16
Não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti – Rm 11:18
A tua mulher como videira frutífera e teus filhos como planta de oliveira – Sl 128:3
Jesus amaldiçoou a figueira que apesar de ter lindas folhagem não havia nela fruto - Mc 11:13

1. hoje falamos muito sobre avivamento e é necessário que haja, mas, e nossas raízes como estão? Superficiais ou profundas?
2. Sempre quando falamos em avivamento consideramos as ramagens pomposas, as copas opulentas, as folhagens exuberantes, mas, e as nossas raízes como estão, e os frutos?
3. No Antigo Testamento Deus sempre abençoou aqueles que fizeram jus; Deus nunca tratou com rebeldes e desobedientes, a não ser para destruição e castigo.
4. Deus hoje somente tem a tratar com pessoas, convertidas, abnegadas, regeneradas.
5. Deus não tem a tratar com pessoas que se dizem ter pavio curto ou comprido; que tem sangue desta ou daquela raça na veia, mas que tenham suas raízes arraigadas nos ensinos de Jesus.
6. Como estão suas raízes?
7. Caules, galhos, folhas e frutos bons e bonitos, provem de raízes profundas.
8. Caules, galhos, folhas bonitas e sem frutos para nada vale a não ser para ser queimado o quem sabem amaldiçoado por Jesus?
9. A única evidência de AVIVAMENTO é a presença de frutos (salvação de pecadores) esta não é a maior evidência, mas, a única – não havendo salvação, desconsedera-se o termo AVIVAMENTO.

Pastor Jorge Albertacci

Volta Redonda - Rio de Janeiro







Nenhum comentário:

Postar um comentário